JUIZ

A decisão é do juiz Aldemar Sternadt, substituto na Vara de Inquéritos Policiais. O MP argumentou que eles deveriam permanecer presos para não atrapalhar as investigações e como forma de garantia de ordem pública. Dois pedidos de prisão provisória, com duração de cinco dias cada, haviam sido autorizados pela Justiça, mas agora, com a prisão preventiva decretada, os quatro detidos só serão libertados se uma nova decisão judicial determinar a soltura.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder