MUDANÇA

A criação dos agentes políticos foi aprovada na Assembleia Legislativa do Paraná (AL-PR) nesta segunda-feira em meio a um clima tenso e de troca de acusações mútuas entre o presidente da Assembleia Legislativa, Nelson Justus (DEM) e o Ministério Público, que fez uma devassa na Casa no sábado recolhendo todos os documentos das diretorias e prendendo 9 pessoas.
De acordo com o projeto, os funcionários poderão cumprir expediente fora da sede do Legislativo, mas terão que apresentar um relatório mensal para prestar contas das atividades realizadas. Segundo a proposta, eles vão atuar como representantes da Assembleia em eventos externos públicos ou privados e coletar informações, fora da Casa, sobre as principais necessidades da população.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder