COLETA DE ESGOTO

Vários jornais deram destaque para o saneamento básico nas edições de hoje, trazendo estatísticas recentemente divulgadas pelo IBGE.
O quadro é desalentador e revela que o assunto não vem sendo tratado como prioridade pelos governos federal e estaduais.
A ampliação da rede de coleta de esgoto no país vem evoluindo lentamente, o que está retratado no levantamento do IBGE e que acusa que de 2000 a 2008 a rede de esgoto foi ampliada de apenas 33,5% a 45,7% doa lares, ou seja, uma aumento de apenas cerca de 12% em oito anos. É pouco.
O trágido é que dos municípios que contam com a coleta do esgoto, em apenas 29% o esgoto coletado tem o devido tratamento, ou seja, mais de 70% do esgoto coletado é destinado de maneira absolutamente inadequado. Ou seja, estamos destruindo nossos rios com despejo de esgoto.
O Paraná está atrás de Distrito Federal, São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro em matéria de domicílios atendidos pela rede coletora, em 46,3% dos lares antendidos, o que demonstra o fracasso do modelo em vigor no Estado e que a alteração produzida na Sanepar na gestão Jaime Lerner, com a introdução de um sócio privado que passou a compartilhar a gestão da empresa do o Estado do Paraná não trouxe benefícios.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder