PRESIDENCIÁVEIS

De olho no farto eleitorado do Paraná, candidatos a presidente separam datas nas agendas para aparições relâmpagos no estado. Marina Silva(PV) vem dia 26 tentar dar uma levantada na campanha de Paulo Salamuni a governador. Ela estará em Curitiba e Maringá.Tarefa difícil para Marina porque a eleição está polarizada entre Beto Richa (PSDB) e Osmar Dias (PDT). A mesma dificuldade enfrenta a própria candidata, que assiste a disputa entre José Serra (PSDB) e Dilma Rousseff (PT).
A agonia dos candidatos a governador do PV é geral. Tornaram-se um fardo pesado para Marina e não há perspectiva de que as coisas venham melhoras nos próximos dias.
O que mais tem causado apreensão é a falta de preparo e conteúdo dos candidatos a governador do PV, muito repetitivos nas palavras de ordem ambientalistas e que parecem não obter eco no eleitorado.
Não basta culpar o poder econômico e os poderosos, é preciso mais criatividade. Mostrar o quanto o pouco pode ser bom.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder