REQUIÃO E GLEISI SEPARADOS

Acendeu o sinal vermelho na campanha de Osmar Dias. Primeiro, veio a decisão de que os candidatos ao Senado Gleisi Hoffmann (PT) e Roberto Requião (PMDB) não farão mais agenda juntos.
Ou seja, cada um para um lado. Embora não seja novidade para ninguém os atritos e rusgas internas da coligação, a justificativa oficial foi de que separados poderão cobrir maior número de municípios.
Aliás, vale registrar que Joice Hasselmann, no início do processo eleitoral, tão logo as candidaturas foram homologadas, registrou que as agendas de Osmar, Gleisi e Requião não coincidiam e suscitou que era em razão de divergências.
Na mesma semana Gleisi esteve no programa Jogo do Poder e lhe perguntei sobre a diferença nas agendas e obtive como resposta que as agendas seriam unificadas e que não havia nenhuma divergência, ou seja, caminhariam para a unidade, um palanque só.
Requião também prestou esclarecimento na mesma linha, também no Jogo do Poder.
Agora as agendas se separaram.
Serão necessários novos esclarecimentos e novo desgaste para a campanha de Osmar.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder