BETO RICHA, DESAFIO E VITÓRIA

Quando ainda eram cogitadas as candidaturas do Governo do Paraná, Beto Richa tomou a decisão de candidatar-se a governador. Tanto na direção nacional quanto na direção do Partido no Estado tinha quem sustentasse a tese de que o importante era a eleição presidencial e, assim, o palanque no Paraná tinha que levar em conta, prioritariamente, esse fator. Daí é que se sustentava que o quadro ideial seria o da candidatura de Osmar ao Governo, com Beto permanecendo na Prefeitura de Curitiba. Alvaro ficaria no Senado, de modo que Dilma sem palanque no Paraná ou tendo que construir uma alternativa inusitada.
Confesso que, naquele momento, também achei que essa era a melhor formação para o time de Serra no Paraná.
Beto resolveu comprar a briga e enfrentou a direção nacional, as resistências locais, lançou a candidatura a governador, manteve-se firme frente aos apelos e às investidas de Osmar e Alvaro.
Terminada a eleição, Beto venceu no primeiro turno e assegurou um palanque para Serra que rendeu duas vitórias, no primeiro e no segundo turno.
Eis uma figura que não deixa o cavalo passar sem montar. Beto Richa.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder