Dilma quer desenterrar CPMF, mas oposição diz não

Polêmica geral sobre a volta da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira (CPMF), de novo o imposto que seria para financiar a saúde. Antes mesmo da posse dos deputados eleitos e do governo Dilma, a oposição reage duramente contra a ideia.  A presidente eleita, Dilma Rousseff, quer debater com os governadores a possibilidade de recriar a cobrança. O vice-líder do PSDB no Senado, Álvaro Dias (PR), garante que seu partido lutará contra a proposta. “Isso é um escárnio, é uma forma de ela premiar o eleitor que votou nela.” O líder do DEM na Câmara, Paulo Bornhausen (SC), concorda: “Repudiamos veementemente a possibilidade de recriação da CPMF, o famigerado Imposto do Cheque.”

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder