Polêmico mínimo agora vai para o Senado

Depois da batalha na Câmara Federal na última quarta-feira, agora é hora do Senado repetir a queda de braço na votação do salário mínimo. O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), será o relator do projeto que aumenta o valor para R$ 545 e estabelece uma política de valorização nos próximos anos. Até 2015 os reajustes serão automáticos, calculados a partir da inflação do ano anterior mais o crescimento do PIB dos dois últimos anos. Jucá já está recolhendo assinaturas para aprovar pedido de urgência na tramitação do projeto para que seja votado na próxima quarta (23).
Pouco provável que a realidade do Senado seja diversa da Câmara. O Governo deve afirmar maioria solida também no Senado.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder