Deputados terão de adotar servidores sem função

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Valdir Rossoni (PSDB), recuou e desistiu de reduzir os salários dos 170 servidores considerados descartáveis para o Legislativo, ou seja, que não teriam utilidade em nenhum departamento. Nesta terça-feira, Rossoni mudou o discurso e declarou que vai manter os funcionários de carreira na Casa desde que cada um dos 54 deputados “adote” um. O restante ainda teria de ser absorvido pelas 24 comissões permanentes. A maioria se recusa a ir trabalhar no Executivo, como propôs Rossoni.  

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder