Francischini quer site da maconha fora do ar

Outro paranaense que está aproveitando temas polêmicos é o
deputado federal Fernando Francischini (PSDB). Ele entrou com uma ação na Procuradoria Geral da República para pedir a retirada do ar do site oficial da Marcha da Maconha. O processo foi movido contra o Google. A Marcha da Maconha em Curitiba seria realizada no próximo final de semana e pretendia reunir pessoas que são a favor da liberalização da droga. No entanto, o movimento foi proibido por decisão do juiz da Vara da Central de Inquéritos de Curitiba, Pedro Luis Sanson Corat. Francischini quer o fim do site e proibição da  Marcha da Maconha em outras regiões do país. 

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder