Palloci tenta se esquivar de polêmica

O ministro Antonio Palocci, da Casa Civil, foi defendido nesta quarta-feira pelo procurador-geral da República, Roberto Gurgel. Para ele, o fato do ministro prestar consultoria não representa crime, mas pode ser reprovável em aspectos éticos. “A prestação de consultoria pode ser reprovável em aspectos éticos, mas ela em princípio não constitui crime e se não constitui crime não justifica a atuação do Ministério Público”, afirmou. Enquanto isso, a reação da opinião pública é bem mais ostensiva. Internautas já pedem, pelo Twitter, a renúncia de Palocci. Só para relembrar, reportagem da Folha do último domingo (15) mostrou que o ministro multiplicou por 20 seu patrimônio entre 2006 e 2010. Ele adquiriu dois imóveis pela empresa Projeto, um apartamento de luxo em São Paulo no valor de R$ 6,6 milhões e um escritório na mesma cidade por R$ 882 mil.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder