Mandato relâmpago de Romanelli

O deputado estadual Luiz Cláudio Romanelli (PMDB) durou menos de 24 horas na sua cadeira. Ele pediu licença da Secretaria de Estado do Trabalho para participar da eleição de conselheiro do Tribunal de Contas e votar em Ivan Bonilha, candidato de Beto Richa. Terminada a votação voltou para a equipe do governador. Romanelli, que foi líder do governo Requião, irritou o senador porque foi um dos que defendeu a eleição de Maurício Requião para o TC, exatamente a mesma vaga que foi ocupada agora por Bonilha e que ainda vai render muita discussão judicial. A posse de Bonilha está marcada para segunda-feira e ele deve pedir exoneração do cargo de procurador geral do Estado amanhã.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder