COMISSÃO DE ÉTICA INOCENTA PAULO BERNARDO

Sepúlveda Pertence, presidente da Comissão de Ética Pública da Presidência da República, informou que o ministro das comunicações, Paulo Bernardo, não será alvo de investigação por parte da comissão, ante a completa ausência de provas.
A acusação de que o então ministro do planejamento teria viajado com o avião da Construtora Sanches Tripoloni, em 2009 e 2010, foi desmentida por Paulo Bernardo e também pela própria empresa, razão suficiente, portanto, para o arquivamento da investigação.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder