PDT pressiona, mas Lupi não sai

Nem o PDT aguenta mais o desgaste que todos os filiados e lideranças da leganda, como Gustavo Fruet, estão sofrendo na carona do ministro do Trabalho, Carlos Lupi. Manchando a imagem do partido como um todo, Lupi não quer saber de deixar o cargo. Parlamentares do PDT vão fazer um novo apelo esta semana para que ele peça demissão antes que seja forçado a sair pela presidente Dilma Rousseff. A situação do ministro se agravou neste final de semana após a Folha revelar que ele foi funcionário-fantasma por cerca de seis anos na Câmara dos Deputados. Lupi recebeu entre 2000 e 2006 o maior salário pago a um assessor técnico na liderança do PDT na Câmara enquanto cumpria apenas atividades partidárias e morava no Rio de Janeiro. Isso contraria as normas da Casa.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder