PROJETOS DE COMBATE À CORRUPÇÃO CONTINUAM NA GAVETA

  Dos 139 projetos de lei que tem em vista o combate à corrupção, apenas um teve progresso expressivo em 2011. O Projeto de Lei n. 3.443, de 2008, visa tornar mais eficiente a pena para crimes de lavagem de dinheiro. Mesmo assim, o texto ainda será sujeito analisado pelo Plenário do Senado Federal. A informação faz parte da atualização do levantamento da Frente Parlamentar Mista de Combate à Corrupção, da Câmara dos Deputados. O relatório, que tem por título “Proposições de Combate à Corrupção em Trâmite no Congresso Nacional”, foi apresentado pela primeira vez em abril de 2011 e recebeu a versão atualizada com o fim das atividades da Casa. “É preciso cobrar atitude dos parlamentares. No Congresso, se a proposição não tiver impacto imediato ou chamar a atenção de movimentos sociais, cai no esquecimento e tem tramitação lenta. Precisamos mostrar a importância dos projetos e o prejuízo que a corrupção traz ao país”, afirmou o deputado Francisco Praciano (PT – AM), coordenador da Frente. Questionado sobre a possível falta de vontade política para a agilidade na votação dos projetos, Praciano disse que os processos que dizem respeito ao tema tramitam de forma lenta não só no Congresso, mas também no Judiciário e no Ministério Público. “Aprovar estes projetos significa dar um passo importante na luta contra impunidade, que, por sua vez, vai ter impacto direto no combate a corrupção”, concluiu.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder