Tucano Aécio quer PSB junto

A exemplo da dobradinha que já existe em Curitiba, com Beto Richa (PSDB) e Luciano Ducci (PSB), lideranças nacionais querem selar essa união em todo o Brasil. O senador Aécio Neves (PSDB-MG) disse que o partido vai tentar uma aproximação com o PSB para a corrida pela Presidência da República em 2014. Cotado como um dos principais nomes do tucanato para disputar a sucessão presidencial, o senador lembrou que os socialistas atualmente integram a base do governo, mas ressaltou que “em 2013 ou em 2014 as coisas podem estar diferentes”. O PSB tem ganhado espaço no cenário nacional e conseguiu eleger seis governadores no ano passado, sendo quatro deles no Nordeste região em que o PSDB tem dificuldade de penetração e que deu expressiva votação para o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e para a atual presidente Dilma Rousseff. E o presidente nacional socialista, o governador Eduardo Campos (PE), também é tido como um nome que pode ter peso decisivo na balança da sucessão presidencial. Até porque na última pesquisa eleitoral divulgada nesta sexta-feira, Campos aparece com 84% de aprovação, o governador melhor avaliado do Brasil. Não é pouca coisa.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder