PPS de Curitiba afasta vereador

O tempo ficou feio para o vereador Zé Maria (PPS) que foi afastado da vice-presidência da direção municipal do partido. A decisão foi tomada pelo Diretório do PPS de Curitiba porque o vereador não se posicionou contra a votação do relatório da CPI que inocentou o presidente da Câmara João Cláudio Derosso. O PPS defende que ele não seguiu a linha do partido. Considerando a gravidade da falta do vereador, que afrontou claramente a orientação do partido na questão Derosso, a perda de um cargo na executiva do partido até que foi branda. A quem diga que acabou em pizza.

Veja o que o Blog já postou sobre o tema:

21/12/2011

Zé Maria afrontou Rubens Bueno





O vereador Zé Maria (PPS) votou favorável ao relatório aprovado pela CPI da Câmara Municipal que deveria investigar irregularidades contra o presidente da Casa, João Cláudio Derosso. O secretário-geral do PPS do Paraná, Rubico Camargo, entrará com representação no Conselho de Ética do diretório estadual para afastamento do parlamentar de todas as funções partidárias. Atualmente, o vereador do PPS é o primeiro vice-presidente do PPS de Curitiba. Rubico defende ainda que Zé Maria deixe a liderança do partido na Câmara Municipal. 
A postura de Zé Maria é uma afronta incalculável a maior liderança do PPS no Paraná, o Presidente do Partido e Deputado Federal Rubens Bueno, cuja filha e também vereadora do PPS, Renata Bueno, assumiu uma postura, com apoio do Partido, de total condenação de Derosso.
Zé Maria corre risco.
TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder