Mais licença-maternidade

A ministra da Secretaria de Políticas para Mulheres, Eleonora Menicucci, afirmou nesta quinta-feira, em Genebra, na Suíça, que o governo pretende aumentar de quatro para seis meses a licença-maternidade e que enviará ao Congresso uma proposta para alterar a legislação atual. Atualmente, a licença obrigatória é de 120 dias e as empresas têm liberdade para conceder 60 dias a mais. A ministra afirmou, no entanto, que nem 30% dos empregadores adotam esse acréscimo, por isso o governo pretende torná-lo obrigatório. Além disso, Menucucci disse que o executivo também pensa em aumentar a licença-paternidade.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder