MP quer cortar cargos

Os vereadores vão ter que cortar aliados num ano eleitoral, onde aproveitam os cargos para reforçar suas bases eleitorais. É que o Ministério Público do Paraná, através da Promotoria de Justiça de Proteção do Patrimônio Público de Curitiba, recomendou à Câmara Municipal que, em até 90 dias, a Casa Legislativa reduza o número de servidores comissionados que mantém em relação ao de funcionários efetivos (concursados). O documento foi encaminhado nesta quarta-feira, ao presidente da Câmara, vereador Sabino Picolo. O MP-PR apurou a existência de 220 servidores efetivos no legislativo municipal e 550 servidores comissionados.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder