Turismo determina, mas Evangélica não devolve

O Ministério do Turismo determinou que a Sociedade Evangélica Beneficente de Curitiba (SEB) devolva aos cofres da União R$ 3,1 milhões de um convênio para qualificar no Paraná agentes turísticos para a Copa de 2014.
O Tribunal de Contas da União (TCU) identificou irregularidades praticadas pela SEB na execução do contrato. A entidade é mantenedora da Faculdade Evangélica e do Hospital Evangélico.
Mas a Evangélica já avisou que não devolverá a verba por entender que o contrato é regular. Vai argumentar isso na defesa que tem prazo de 15 dias para apresentar.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder