BRIZOLA INDICA ALIADO PARA COMPOR A PASTA DO TRABALHO

O quase ministro do Trabalho, o deputado Brizola Neto (PDT-RJ), conseguiu indicar o aliado Renato Ludwig de Souza para ocupar o cargo de diretor do Departamento de Políticas de Trabalho e Emprego para a Juventude. O departamento decide o destino do dinheiro do Programa Nacional de Inclusão de Jovens (Projovem) e durante a gestão do ministro Carlos Lupi, favoreceu candidaturas do PDT em diferentes estados e municípios.Entre maio de 2007 e abril de 2011, Renato Ludwig de Souza foi diretor de Políticas para a Juventude, fazendo o Projovem corresponder a parte de Brizola Neto dentro do MTE.

Laia mais:

QUARTA-FEIRA, 14 DE MARÇO DE 2012
PDT NÃO QUER BRIZOLA NETO NO MINISTÉRIO DO TRABALHO

A bancada do PDT reagiu fortemente a indicação do deputado Brizola Neto (PDT-RJ) para substituir Carlos Lupi na pasta do Trabalho. Os rumores de resistência e até vetos ao nome de Brizola Neto, por parte do PDT, chegaram ao Palácio do Planalo, que suspendeu as negociações e o anúncio previsto para esta quarta-feira (14). Para resolver o impasse, integrantes da cúpula do PDT firmaram um acordo garantindo que não haveria mais vetos internos. Desta forma, o nome do deputado Vieira da Cunha (RS) volta a ser cogitado. A real possíbilidade de Brizola assumir a pasta, gerou quase uma rebelião no Ministério do Trabalho, pois seis técnicos com cargos estratégicos, ameaçaram abandonarem o cargo. Até o ministro Paulo Roberto dos Santos Pinto, e secretário-executivo da pasta, ameaçou sair se Brizola Neto for o escolhido.

SEGUNDA-FEIRA, 12 DE MARÇO DE 2012
Brizola Neto ministro

Solução caseira na base do governo para preencher mais uma vaga no primeiro escalão. O neto do “caudilho” Leonel Brizola – o deputado federal Brizola Neto, do PDT – pode é indicado o novo ministro do Trabalho. A presidente Dilma Rousseff já teria consultado a bancada do partido e o ex-ministro Carlos Lupi para fazer o anúncio.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder