Demóstenes pede pra sair

O senador Demóstenes Torres (DEM-GO) deixou a liderança do partido. Em mensagem encaminhada ao presidente do Democratas, José Agripino (RN), ele afirma que está deixando a liderança para acompanhar a “evolução dos fatos”, numa referência às denúncias de envolvimento com o empresário do ramo de jogos de azar, Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira. O presidente do DEM já havia manifestado constrangimento com a permanência de Torres na liderança do partido, depois das denúncias.
Tudo muito estranho e mal explicado.

Leia mais:

TERÇA-FEIRA, 27 DE MARÇO DE 2012
DEM ESTUDA A SAÍDA DE DEMÓSTENES DA LEGENDA

O envolvimento do senador Demóstenes Torres (DEM – GO) e o empresário de jogos Carlos Cachoeira, preso mês passado na Operação Monte Carlo, deixa o futuro de Demóstenes no DEM instável. O partido estuda a possibilidade do senador sair da legenda, caso o Procurador-Geral da República, Roberto Gurgel, peça a abertura de inquérito para investigar Demóstenes. “Esta semana tem de ter definições. Impõem-se essa necessidade. A Procuradoria-Geral da República, neste momento, é a instituição chave para o esclarecimento dos fatos. É a figura mais importante. Ela tem as informações que precisam ser colocadas a público”, afirmou o senador José Agripino (RN), presidente do DEM. Demóstenes aparece em 300 conversas telefônicas com Cachoeira, mas nega irregularidades.

SEXTA-FEIRA, 23 DE MARÇO DE 2012
RELATÓRIO DA PF APONTA QUE DEMÓSTENES PEDIU DINHEIRO A CACHOEIRA

Segundo o relátorio enviado pela Polícia Federal à Procuradoria Geral da República, o senador Demóstenes Torres (GO), líder do DEM no Senado, pediu dinheiro e vazou informações de reuniões oficiais a Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, acusado de chefiar a exploração ilegal de jogos em Goiás. O relatório, contendo gravações foi enviado em 2009, no entanto, Roberto Gurgel, Procurador-Geral da República, não fez nada para esclarecer o caso. O relatório foi produzido antes da recente Operação Monte Carlo, que resultou na prisão de Cachoeira. Em uma das gravações, realizadas com autorização judicial, Demóstenes pede para Cachoeira pagar uma despesa dele com táxi-aéreo no valor de R$ 3 mil.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder