RELATÓRIO DA PF APONTA QUE DEMÓSTENES PEDIU DINHEIRO A CACHOEIRA

Segundo o relátorio enviado pela Polícia Federal à Procuradoria Geral da República, o senador Demóstenes Torres (GO), líder do DEM no Senado, pediu dinheiro e vazou informações de reuniões oficiais a Carlos Augusto Ramos, o Carlinhos Cachoeira, acusado de chefiar a exploração ilegal de jogos em Goiás. O relatório, contendo gravações foi enviado em 2009, no entanto, Roberto Gurgel, procurador-geral da República, não fez nada para esclarecer o caso. O relatório foi produzido antes da recente Operação Monte Carlo, que resultou na prisão de Cachoeira. Em uma das gravações, realizadas com autorização judicial, Demóstenes pede para Cachoeira pagar uma despesa dele com táxi-aéreo no valor de R$ 3 mil.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder