REQUIÃO VOLTA À ARENA E PACIFICA PMDB LONDRINENSE

O Senador Roberto Requião voltou a circular pelo Paraná, fazendo o primeiro giro pós eleição para o Senado. Esteve nesta sexta-feira em Londrina onde o PMDB estava conflagrado, com disputas internas entre a direção local do partido e o pré-candidato a prefeito Luiz Eduardo Cheida.
Requião conversou com as duas partes e obteve avanços no sentido de que estarão todos juntos em torno da candidatura própria em Londrina e pretende fazer o mesmo em todas a localidades onde o partido tem candidato em condições de disputar com candidato próprio, entre elas está a capital paranaense em que Requião não quer nem ouvir falar em não ter candidato próprio.
Na verdade, Requião se movimenta para postar-se na arena política como uma alternativa das oposições para 2014, tal como declarou recentemente ao Jogo do Poder o deputado federal João Arruda.

Leia mais:

SEGUNDA-FEIRA, 19 DE MARÇO DE 2012

JOÃO ARRUDA: REQUIÃO E JOEL MALUCELLI EM 2014

No Jogo do Poder de ontem o deputado federal e Secretário Geral do PMDB do Paraná afirmou que não restará alternativa ao PMDB em 2014 senão a de apresentar o nome do Senador Roberto Requião como candidato a governador.
Para João Arruda essa será a fórmula para unir o Partido, inclusive para a bancada de deputados estaduais, que se agasalhou nos braços do Governo Beto Richa já nos seus primeiros dias.
Arruda sustenta que sem candidatura própria e forte ao Governo do Estado o partido dificilmente voltaria a fazer o mesmo número de deputados estaduais e federais, de modo que, segundo o Secretário Geral do partido, os parlamentares terão que recorrer a Requião, inevitavelmente.
Para João Arruda será uma boa oportunidade para comparar as realizações do Governo Requião com as de Beto Richa.
Outra novidade revelada por Arruda foi a de que vem tentando convencer o empresário Joel Malucelli a participar das eleições em 2014 e, no programa de ontem, lançou o empresário candidato ao Senado em 2014 pelo PMDB. Joel revelou ao Jogo do Poder que atualmente está filiado no PSD.
Para chegar em 2014 com um partido em condições de disputar o Governo do Estado Arruda sustenta que o PMDB terá que ter candidatura própria onde for possível nas próximas eleições municipais, chapas de vereadores competitivas e muita coerência com as posturas que vem tendo no plano nacional, onde compõe a base de sustentação do Governo Dilma. Argumenta que não é possível que o partido seja base do Governo Dilma, que é do PT, e base de governos do PSDB nos estados.
João Arruda deixou ao impressão que é uma liderança emergente do PMDB no Paraná, uma boa novidade na água parada do partido no Estado.

A entrevista de João Arruda está no Jogo do Poder PR 18-03-2012 Joao Arruda – Rede CNT on Blip http://blip.tv/rede-cnt/jogo-do-poder-pr-18-03-2012-joao-arruda-6035466 via @Blip

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder