Hinça liberado

O vereador Roberto Hinça (PSD) saiu tranquilo da reunião do Conselho de Ética do PSD, que resolveu nesta quarta-feira não abrir processo contra ele diante das denúncias apresentadas contra funcionário do seu gabinete do parlamentar na série Negócio Fechado, da Gazeta do Povo e RPCTV. Hinça não será punido pela legenda pelo fato de um funcionário do vereador, dono de empresa de publicidade ter emitido três notas fiscais de R$ 12 mil cada por serviços de publicidade. Na última nota, ele estava lotado no gabinete do vereador.

Leia mais:

SEGUNDA-FEIRA, 7 DE MAIO DE 2012

Efeito Derosso: Hinça é cobrado pelo PSD

Não é só Algaci Tulio (PMDB) que sofre retaliação do seu partido, o vereador Roberto Hinça (PSD) também enfrenta problemas. O presidente do Conselho de Ética do PSD, Luiz Chemin Guimarães, convocou o Conselho de Ética do partido para julgar as denúncias de recebimento irregular de verbas de publicidade da Câmara pelo vereador. A reunião será na quarta-feira, às 11h, na sede do PSD. Não está descartada a possibilidade de expulsão.
TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder