CAMINHADA MARCA DIA DA CONSCIENTIZAÇÃO DA VIOLÊNCIA CONTRA A PESSOA IDOSA

Para marcar o Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa, a Prefeitura de São José dos Pinhais organizou na manhã desta sexta (15) a caminhada “Viver Sem Violência”. Idosos, apoiadores da causa e membros das secretarias municipais de Saúde, Assistência Social, Esporte e Lazer e outras percorreram cerca de um quilômetro entre a Praça Getúlio Vargas e o Ginásio Ney Braga, no centro da cidade. O casal Carlito Stevo de Oliveira, 76, e Alina Princival, 72, participaram juntos da caminhada e disseram que estão tendo uma vida bastante tranquila na melhor idade, mas gostariam que todos os idosos pudessem ter a mesma paz, amor e tranqüilidade. “Estamos participando para que todos se preocupem com a violência contra os idosos, pois infelizmente sabemos que acontece bastante. Nós estamos bem, temos bom atendimento no posto de saúde da Contenda, onde moramos, e acho que não temos do que reclamar, se continuar assim, tá muito bom”, disse dona Lina. A primeira-dama do município, Léa Rodrigues, participou da caminhada e comentou sobre a importância de todos ficarem alertas para eventuais maus tratos aos idosos e denunciarem pelo telefone 111. “A violência não pode ser tolerada para com ninguém, mas que olhemos especialmente para os idosos, não só nesse período de conscientização pela data, mas permanentemente”, convida. Para Léa, as campanhas de conscientização, a exemplo do que se faz em algumas novelas que chamam a atenção para o desaparecimento de crianças, também pode e deveria ser estendida para o combate da violência contra idosos. O secretário municipal de Assistência Social, Leone Leal, falou sobre os aspectos preventivos e também solidários que a denúncia pode possibilitar, além da punição a alguém que esteja agredindo um idoso. Ele contou que uma vizinha ligou para o 111 e disse ouvir gritos de uma idosa e que não tinha coragem de bater na porta para saber o que estava acontecendo. Após saber, através da equipe do 111, que os gritos eram devido a dor que ela sentia, por estar doente, a vizinha disse que agora, vai passar a assistir essa idosa, tanto se fazendo presente, sempre que puder, como lhe auxiliando em alguma ajuda que possa dar. “Esta caminhada é um alerta, um chamamento para que a população e também o poder público se preocupem com a qualidade de vida dos idosos o ano todo”, conclui o secretário.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder