MP quer comissionados

O Ministério Público Estadual (MP), principal crítico dos cargos de confiança por indicação política, vai aumentar os próprios cargos em comissão. A Assembleia Legislativa aprovou projeto de lei enviado pelo MP que pede a criação de 180 vagas comissionadas de assessor de promotoria. Os comissionados são cargos de livre nomeação e os ocupantes não precisam passar por concurso público. Com as vagas que serão criadas, o MP vai chegar muito perto do limite que ele próprio exige de outros órgãos públicos para que comissionados não ultrapassem os efetivos. O Ministério Público passará a ter 786 concursados contra 726 comissionados. Enquanto isso, promotores de todo o estado estão emitindo recomendação para que as câmaras tenham no máximo 50% de comissionados. O deputado estadual Adelino Ribeiro (PSL), único deputado a votar contra o projeto, rasgou críticas. “É uma medida injusta. Afinal, os recursos são os mesmos: o tributo dos paranaenses”, disse o deputado.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder