PV COGITA SAIR DA CHAPA DE SERRA EM SÃO PAULO

Após a escolha de Alexandre Schneider (PSD) para vice de José Serra (PSDB), o PV, um dos cinco partidos que compõe a chapa de Serra, reclama do fato de não ter sido consultado na escolha e cogita a possibilidade de romper a coligação.  “Não soubemos quais foram os critérios que o fizeram preterir o Eduardo Jorge”, indagou o deputado federal José Luiz Penna (SP), presidente nacional do PV. Segundo Penna o partido nem ao menos foi comunicado oficialmente. Com os cinco partidos, Serra terá 7 minutos e 49 segundos por dia de tempo de propaganda eleitoral, sendo que, o PV contribui com 24 segundos.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder