MENSALÃO: DEFESA NEGA COMPRA DE VOTOS

Sob a alegação de falta de provas concretas nos autos do processo do mensalão, os advogados dos petistas José Dirceu, José Genoino e Delúbio Soares negaram, no plenário do Supremo Tribunal Federal (STF), que seus clientes tenham se associado com o intuíto de comprar votos de parlamentares em favor de projetos do interesse do governo. As defesas de Marcos Valério, denunciado como o operador do mensalão, e seu sócio Ramon Hollerbach também negaram a participação de seus clientes no esquema. Cada advogado teve uma hora para sustentar a defesa de seu cliente.  

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder