CÓDIGO FLORESTAL CONTINUA EMPERRADO


Com o tempo passando, o presidente da Câmara, Marco Maia (PT), tenta acertar com o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), a união de esforços para que a medida provisória do Código Florestal possa ser votada. A MP tem que ser aprovada até 8 de outubro para não perder a validade. Como na semana passada, a bancada ruralista obstruiu a votação, exigindo do governo o comprometimento de não vetar partes do texto aprovado pelos parlamentares, o líder do governo na Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), disse que “essa estratégia da radicalização joga contra eles próprios. Se a MP caducar, 96% dos produtores rurais ficam desprotegidos. A culpa será dos radicais”.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder