A PARTIR DESTA TERÇA NENHUM ELEITOR PODE SER PRESO


De acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a partir desta terça-feira (23) até dois dias após as eleições do segundo turno, nenhum eleitor poderá ser preso, salvo em caso de flagrante delito, desrespeito a salvo-conduto ou sentença criminal condenatória por crime inafiançável. A medida está prevista no Código Eleitoral.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder