PARA CELSO DE MELLO, DEPUTADOS QUE ACEITAM PROPINA SÃO “MARGINAIS DO PODER”

No julgamento do processo mensalão desta segunda-feira (1º), o voto do ministro do Supremo Tribunal Federal, Celso de Mello, se caracterizou numa espécie de apelo para que os acusados de corrupção no processo sejam punidos. O ministro  votou pela condenação do deputado Pedro Henry (PP-MT), que era líder de seu partido e é acusado de receber propina do PT no suposto esquema do mensalão. Na leitura de seu voto, Celso de Mello pediu uma punição exemplar para os acusados de corrupção e declarou que parlamentares corruptos são “marginais do poder”.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder