SERRA É MULTADO POR FAZER PROPAGANDA ELEITORAL EM REUNIÃO RELIGIOSA

O Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP) multou o candidato a prefeito José Serra (PSDB), no valor de R$ 5 mil, por fazer propaganda eleitoral em um templo religioso. De acordo com o TRE-SP, o pastor Jorge Alexandre, da Igreja Apostólica Maravilha de Cristo, teria durante um culto, no final de agosto, se referido a Serra como “futuro prefeito de São Paulo”, pedindo votos de maneira categórica para o candidato. “Além da propaganda irregular feita pelo pastor, o próprio candidato subiu ao púlpito e fez propaganda eleitoral em benefício próprio, mencionando sua candidatura, com pedido de voto”, afirmou o juiz Manoel Luiz Ribeiro. Serra pode recorrer da decisão proposta pelo Ministério Público Eleitoral.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder