NOVEMBRO É O MÊS DO PETRAGLIA

Não há como deixar de registrar que parece que o mês de novembro decidiu ser generoso mesmo com Mário Celso Petraglia e a atual direção do Clube Atlético Paranaense.
Depois de ter ido a Assembléia Legislativa para prestar esclarecimentos contra denúncias de concessão de serviços para familiares e de lá saído aclamado após prestar os esclarecimentos que tinha, depois de ter obtido o êxito de fazer o time retornar para a primeira divisão do futebol brasileiro, em novembro Petraglia ainda recebeu dirigentes da Fifa e da Copa do Mundo no Brasil e deles recebeu um atestado de competência na condução dos trabalhos no estádio da baixada, um desafio que assumiu e cujo sucesso foi colocado em dúvida por muitos amigos e inimigos.

Leia mais:

QUARTA-FEIRA, 21 DE NOVEMBRO DE 2012

PETRAGLIA GANHA MAIS UMA

O dirigente do Atlético Paranaense não se furtou de comparecer na Assembléia Legislativa para prestar esclarecimentos aos deputados estaduais e saiu com pose de quem ganhou.
Os esclarecimentos do presidente do Atlético, Mario Celso Petraglia, tiraram aplausos na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa do Paraná. Chamado para falar sobre as obras da Arena da Baixada, ele falou por mais de duas horas, respondeu dezenas de perguntas e, por fim, saiu com a sensação de ter ganho de goleada.
Petraglia ganhou os deputados quando afirmou que o clube não irá pedir nenhum aditivo de recursos dos R$ 184 milhões já projetados para as obras da Arena, que serão divididos em três partes pelo clube, município e estado. A afirmação mudou a posição e derrubou os argumentos sobre as obras e os custos orçados para a compra das cadeiras do estádio, cujos valores foram questionados e também pela escolha da empresa do filho de Petraglia como 
Assuntos como a escolha de parentes de Petraglia na compra das cadeiras e também nas obras arquitetônicas, que poderiam configurar improbidade administrativa, acabaram relevadas a segundo plano. Sobre as cadeiras, o dirigente atleticano relembrou que foram convidadas 13 empresas para participar do processo licitatório e que a empresa de seu filho ganhou por apresentar o melhor produto.  
O presidente atleticano manteve a afirmação de que não considera recursos públicos os títulos de potencial construtivo entregues pelo município. O Tribunal de Contas do Paraná (TC-PR) já se manifestou com posição contrária.  

Do Jornale

Secretário da Fifa elogia obras na Baixada

Ter, 27 de Novembro de 2012 16:08
                                                   Valcke esteve acompanhado de Ronaldo, Bebeto e do ministro dos Esportes

O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, os membros do Comitê Organizador da Copa, Ronaldo e Bebeto, o ministro dos Esportes, Aldo Rebelo, e o prefeito Luciano Ducci visitaram as obras da Arena da Baixada nesta terça-feira. Valcke elogiou o andamento das obras e o projeto do estádio.

“Tivemos uma excelente reunião entre governo e prefeitura há pouco sobre os valores. Estou gostando. Com 45 mil, o estádio fica perto, como eu gosto. E tem também o teto retrátil, que é um fabuloso investimento para o futuro. Estou impressionado com o projeto”, disse o representante da Fifa.

“Estamos todos encantados com o que estamos vendo. Do trajeto do aeroporto, a gente já pode ver uma grande movimentação em termos de obras para a Copa do Mundo, de infraestrutura. Estou muito contente e confiante”, afirmou Ronaldo.

A comitiva, que foi do aeroporto até a Arena da Baixada no hibribus (um ônibus sustentável), chegou ao estádio às 11h38m (de Brasília) e ficou ali por 50 minutos. Depois, o grupo foi para um hotel no centro da cidade.

A conclusão da Arena da Baixada vai custar R$ 184 milhões. O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) confirmou, na segunda-feira, a liberação dos recursos no valor de R$ 123 milhões. As obras terminam até dezembro de 2013. O local será palco de quatro jogos da primeira fase da Copa do Mundo, nos dias 16, 20, 23 e 26 de junho de 2014.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder