REQUIÃO ESQUENTA DISPUTA NO PMDB

Esquenta a disputa interna pela presidência estadual do PMDB. O senador Roberto Requião anunciou oficialmente, nesta segunda-feira, que começa esta semana a rodar o Paraná para montar um grupo para buscar votos dos quase 800 delegados que votam na eleição do diretório estadual, marcada para de dezembro.  Requião vai disputar a presidência contra a ala formada por deputados estaduais e federais. Firmes ao lado de Requião estão o deputado federal e sobrinho João Arruda e o deputado estadual Anibelli Neto.  O deputado estadual Luiz Cláudio Romanelli do grupo aliado ao governador Beto Richa (PSDB) encabeça o outro lado e espera ganhar mais espaço no primeiro escalão se conseguirem o comando do partido no estado. O senador Requião vai redobrar a campanha e agendou
8 encontros no interior para debater o partido.
Foi alertado por Fernando Cesar através do @fernando_015 que dos deputados federais do PMDB Requião tem apoio da esmagadora maioria, sendo que apenas 1 não de alinha ao  Senador.
De fato, há uma razão para isso. A única forma segura dos parlamentares do PMDB garantirem sua reeleição é ter uma boa candidatura própria e só que pode assegurar isso no momento é Requião. 
Nesse aspecto o PMDB é refém da nau Requião.

MAIS:

TERÇA-FEIRA, 13 DE NOVEMBRO DE 2012

PMDB vai rachado para Convenção

A eleição interna no PMDB está movimentando várias correntes dentro do partido. Cerca de mil convencionais vão às urnas no próximo dia 15 de dezembro para escolher o novo diretório estadual do Paraná. O senador Roberto Requião quer a presidência, o deputado estadual e secretário do Trabalho Luiz Cláudio Romanelli também. No páreo ainda o ex-governador Orlando Pessuti. Para Requião, os outros dois representam interesses de outras siglas e grupos políticos, se referindo a Pessuti, que elegeu o filho Bruno vereador pelo PSC de Ratinho Junior e Romanelli, que continua firme no grupo político e no primeiro escalão de Beto Richa.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder