TJ e MP querem mais cargos comissionados

Mais cargos 1
A Assembleia Legislativa vota ainda nesta semana a criação 290 novos cargos comissionados para o Tribunal de Justiça (TJ) e de outros 69 para o Ministério Público (MP). Os dois projetos já receberam sinal verde da Comissão de Constituição de Justiça (CCJ). Dos 290 cargos comissionados solicitados pelo TJ, 175 serão assessores dos 25 novos desembargadores. Os outros 115 cargos comissionados do Tribunal de Justiça são assessores para os atuais desembargadores.

Mais cargos 2

O Ministério Público também aguarda autorização para aumentar o pessoal. A CCJ aprovou a criação de 69 cargos comissionados e 85 cargos efetivos.

QUINTA-FEIRA, 13 DE DEZEMBRO DE 2012

Cargos comissionados no MP

Tribunal de Justiça querendo aumentar o número de desembargadores e assessores, aumentar as custas extrajudiciais.
Nesse cenário o Ministério Público do Paraná (MP) também quer criar mais 69 cargos em comissão, de livre escolha e sem concurso público.
O pedido para aumento do pessoal só depende do aval da Assembleia Legislativa do Paraná. O impacto aos cofres públicos será de quase R$ 5,9 milhões ao ano. A decisão ocorre menos de cinco meses depois do MP criar outras 180 vagas. Os cargos comissionados na estrutura do Ministério Público, muitos deles como assessor de promotoria, vem despertando críticas porque o órgão vem cobrando a redução de 50% dos comissionados nas câmaras municipais do Paraná e na Assembleia Legislativa.
 O Ministério Público passará a ter 871 efetivos contra 795 comissionados, algo bem parecido com o que acontece no legislativo.
TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder