PMDB indefinido com Cheida

O PMDB continua sem definir qual secretaria de Beto Richa vai ocupar. O partido está protagonizando uma novela, estrelada pela bancada estadual, composta por 13 deputados. A polêmica começou com a quase ida de Orlando Pessuti para a Sanepar e se arrasta sem definição. Na próxima terça-feira, às 11 horas, mais uma rodada de negociações para tentar chegar a um consenso. Dessa vez em torno do deputado Luiz Eduardo Cheida para a Secretaria de Estado do Meio Ambiente (SEMA). Cheida já teria recebido o convite do governador Beto Richa (PSDB). A tratativa, no entanto, empacou porque Cheida teria exigido indicar o presidente do IAP. O governo disse não.  A presença de mais um peemedebista no primeiro escalão, além do secretário do Trabalho, Luiz Cláudio Romanelli, é uma tentativa do governador ter o apoio incondicional do partido não só nas votações, mas na campanha de reeleição do próximo ano.

Se Cheida aceitar estará consolidando uma trajetória política diferente. Foi prefeito pelo PT e será secretario do governo do PSDB.
TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder