REQUIÃO COBRA RESPONSABILIDADE DO CONGRESSO NA CRISE

Requião diz que falta programa de governo para superar atraso, impunidade e dependência econômica



Em sua primeira intervenção no ano legislativo de 2013, o senador Roberto Requião afirmou, nesta segunda-feira (4), no plenário do Senado, que o Parlamento deveria concentrar tempo e energias para contribuir com a construção de um Programa de Governo para o Brasil, em vez de se distrair com assuntos menores. Para ele, enquanto a crise financeira global avança, o Brasil reage por espasmos, topicamente porque falta o Governo Federal um programa com os objetivos estratégicos bem definidos.



Segundo ele, “doutrina e pressupostos teóricos ficarão suspensos no ar, caso não se consubstanciem em um Programa que conduza a sociedade brasileira (a economia, a cultura, a política e a justiça) à superação do neoliberalismo e da chamada “democracia de mercado” “.



Ao longo de seu discurso, Requião deu vários exemplos recentes que revelam a impunidade das camadas dominantes, que continuam se utilizando do assassinato para acuar agricultores, ambientalistas e líderes sindicais; a desenvoltura das multinacionais, que aumentam cada vez mais a remesa de lucros para o exterior e pouco investem no país; a absoluta falta de compromisso da grande mídia com o Brasil, sempre na contramão dos interesses nacionais e democráticos. Para superar esses entraves ao desenvolvimento, a independência do país e à plena vigência da democracia, o senador Requião convocou parlamentares, economistas, jornalistas, sindicatos, associações profissionais, entidades estudantis a se reunirem para pensar um Programa para o Brasil.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder