Requião X Exército

Uma denúncia do senador Roberto Requião (PMDB) ganha a mídia nacional e com força. Uma empresa do Paraná afirma que oficiais do Exército pediram propina para referendar a vitória numa licitação. Segundo reportagem da revista “Veja”, a cobrança de dinheiro foi feita ao Grupo Mascarello, fabricante de ônibus, situada em Cascavel, a oeste do Paraná. Os oficiais exigiram dinheiro em troca da assinatura do contrato para a venda de 65 ônibus ao custo de R$ 17,8 milhões para o Batalhão da Guarda Presidencial. A empresa levou a denúncia ao senador Roberto Requião (PMDB-PR), que falou com ministro Aloizio Mercadante (Educação). Requião contou que recebeu a acusação no fim do ano passado. Segundo ele, um integrante da diretoria da Mascarello falou com ele sobre o assunto e ele repassou o problema a Mercadante.
O assunto vai ser fonte de energia para Requião nos próximos dias.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder