Resenha das revistas Veja e Época

Por motivos óbvios as principais semanais se anteciparam. Talvez pela falta de papel de impressão Isto E não entrou na leva !

Veja mostra que, quando quer, sabe fazer jornalismo de boa qualidade. Mesmo concorrendo com o imediatismo da TV, do rádio, da internet e até da sofrida corrida pela notícia dos jornalões, a principal semanal trouxe ótima abordagem acerca do já batido incêndio da tal boate gaúcha, já mais do que conhecida como KISS (ou o beijo da morte)! Aborda temas emotivos e racionais com maturidade e inteligência sem se entregar ao pieguismo e ao sensacionalismo. Veja joga o holofote nas questões legais e emotivas com a responsabilidade de um jornalismo sério e envolvente. Valem as dezenas de páginas muito bem trabalhadas e com infograficos e personagens capazes de nos inserir, ainda que minimamente, na nossa realidade aparentemente distante e tao próxima de um País embebido pela corrupção em escala desenfreada e que atinge do dono da mercearia da esquina aos grandes conglomerados ! Leiam, chorem e se indignem mais uma vez ! No mais, as páginas de Cultura revelam que QUEM E QUEM (WHO’S WHO), um cobiçado livro em que se as celebridades mundiais ganhavam espaço no século passado, era disputado por alguns figuroes como o charuteiro e não menos terapeuta Freud, além do “the voice” e inveterado tomador de jack daniels Frank Sinatra! Matéria curiosa e bem escrita !!!!!


Época também antecipou o lançamento e publicou competente edição especial sobre a tragédia de Santa Maria, com doses equilibradas de informação e emoção. Em quase 50 páginas, a revista lista e descreve os erros que levaram à catástrofe, exibe fotos de 95% das vítimas, mostra o trauma dos sobreviventes, conta como viviam os donos da boate Kiss e relata os hábitos que tornam os brasileiros vulneráveis a este tipo de tragédia. A revista detalha ainda os riscos escondidos em grandes aglomerações humanas, e faz até um infográfico com dicas de como se proteger em situações de tumulto.
Quanto aos outros temas, breves menções. Destaque para a matéria sobre o outro lado da lei de cotas, no qual famílias de baixa renda que se esforçaram para colocar os filhos em escola particular agora veem dificultado o caminho até a universidade. Insossa, a coluna de Felipe Patury diz que gigantes da indústria do leite e derivados, como Nestlé, Batavo e Danone, articulam a criação de uma associação do setor por mais representação; e que o fundador do frigorífico JBS, José Batista Júnior, será candidato ao governo de Goiás pelo PSB.  

Bem amigos … que venha mais um final de semana … dessa vez sem a dose da desgraça brasileira que, para os supersticiosos, sempre acontece em janeiro !!! Quando não é por causa da água é por causa do fogo. Que não venha nada do ar  !!!! Abs. 
TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder