RESENHA DAS REVISTAS VEJA, ISTOÉ E ÉPOCA

Veja chega com picolé de chuchu, blogueira cubana, venda de Ketchup, atleta matador de modelo, popozudas do carnaval, e, como não poderia falhar, capa dedicada ao quase ex Papa! Páginas amarelas abrem espaço para as idéias professorais – e não menos pouco práticas – do governador Geraldo Alckmim. Em momento de rara lucidez e simpatia, entre outras “novidades”, o nobre político diz que o crack é uma droga perigosa e que a sua gestão e a que mais combate a criminalidade no Brasil. Talvez falte ao governador uma lupa em substituição aos seus elegantes óculos retangulares. Ótima abordagem e dedicada a dois assuntos que pautaram o mundo nessa semana, mesmo que distintos … a compra do Ketchup Heinz por brasileiros e a radiografia bem trabalhada com foco no papado, seus desdobramentos e reflexões acerca do futuro do Vaticano e suas masmorras misteriosas. Já a blogueira cubana Yoani Sanchez, conhecida por defender a liberdade em seu pais, é destaque em reportagem que coloca o secretario geral da Presidência, Gilberto de Carvalho, como um dos espiões da visita da ativista ao Brasil, prestes a ocorrer. Veja diz que um assessor muito próximo do poderoso ministro esta escalado para monitorar os passos de Yoani em terras tupiniquim. Certamente porque a blogueira cubana deve representar muito perigo para o regime ditatorial petista instalado no Planalto e que está prestes a liquidar a liberdade de imprensa no Brasil, como insistentemente alardeam alguma entidades representativas de alguns dos donos da mídia na América Latina. É bem pouco provável que a blogueira cubana consiga ensinar alguma prática democrática para a democracia brasileira, conquistada com sangue, suor e lágrimas. Sua passagem por aqui fará bem ao ego dos nossos anti-castristas, que já estão com a boca torta de tanto malhar o velho ditador Fidel.

Em sua capa, Época pinta de verde e amarelo a fumaça da Capela Sistina e levanta a bandeira de um papa brasileiro. Para a revista, a escolha de um não-europeu viria a calhar para uma igreja  que concentra seu rebanho no terceiro mundo e cujo conservadorismo a faz perder espaço para religiões mais acolhedoras. O Brasil, maior país católico do mundo e berço de movimentos popularescos como a renovação carismática, poderia liderar essa guinada, embora não haja um papável tupiniquim de grande destaque internacional. Mas o jornalista americano que fez a biografia de Bento 16 joga água fria na nossa pretensão e diz que pouca coisa deve mudar com o novo papado. A matéria não vai ao onto que interessa, que são as razões da renúncia, até agora não esclarecidas, embora o próprio Bento venha dando reiterados sinais retóricos a respeito delas.

No mais, poucos temas relevantes – ganharam chamadas de capa a moda de homens depilados, o resgate do inventor Tesla, do século 19, e a campanha para que Sean Penn venha ao Brasil -. Sono.
A coluna de Felipe Patury relata que o mais sério político brasileiro está de CD novo, intitulado “Tiririca Direto de Brasília”, em que o palhaço deputado aparece na capa ao lado de uma velha Brasília, e que traz como hit a música “Estou no poder, agora estou podendo”. Isso é Brasil.

A IstoÉ seguiu a linha da concorrente e, além de sugerir um papa terceiro-mundista na capa, focou na sucessão de escândalos e traições que levaram à renúncia do pontífice. Eduardo Campos entrega à revista a possibilidade de concorrer em 2014, contrariando o discurso de até então, e diz que anuncia sua posição em janeiro. Até aqui só os socialistas levam à sério a pretensão. A revista também resgata o tema mensalão ao traçar o perfil dos procuradores federais que investigarão as denúncias de Marcos Valério contra Lula. Nada sobre a oponião dos juristas sobre o aspecto prescricional do tema e que está merecendo uma abordagem técnica. Em interessante entrevista, o neurocientista brasileiro Miguel Nicolelis, renomado internacionalmente, fala de seus experimentos para reconhecimento tátil do cérebro de luzes infravermelhas, que aproximam a ciência da cura da cegueira e audição.
 
E que comece a semana e os brasileiros voltem a trabalhar !! Abs 

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder