TJ barra super aposentadorias no Paraná

Não foi dessa vez que os deputados estaduais conseguiram garantir o benefício vitalício da aposentadoria parlamentar. O desembargador José Aniceto, do Tribunal de Justiça (TJ), negou pedido de liminar requerida pelos deputados estaduais Nelson Garcia (PSDB) e Duílio Genari (PP) para que o presidente da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), Valdir Rossoni (PSDB), fosse obrigado a assinar o plano de aposentadoria complementar dos parlamentares.
Rossoni bate o pé e diz que não assina o benefício, temendo desgaste político. O fundo de aposentaria foi aprovado em 2008, depois de muita polêmica e adiamentos. Foi vetado pelo ex-governador Roberto Requião (PMDB), os deputados derrubaram o veto. Mas para entrar em vigor, a criação do fundo dependia apenas de Rossoni, mas em dezembro do ano passado, ele se recusou a promulgar a lei. Atualmente, 18 deputados podem requerer o benefício mensal de R$ 17 mil depois que deixaram o Legislativo.
Os deputados terão que aguardar o julgamento do mérito.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder