Veneri trava projeto que cria cargos no MP

A criação de 69 novos cargos comissionados no Ministério Público do Paraná emperrou. O líder da oposição, Tadeu Veneri (PT) disse ser contra a criação dos cargos em comissão na instituição e pediu o adiamento da segunda votação do projeto, previsto para ser votado na sessão desta segunda-feira, na Assembleia Legislativa. Segundo Veneri, o MP precisa realizar concurso público e não ampliar os comissionados. Para o deputado, é contraditório o Ministério Público cobrar de outros órgãos públicos o enxugamento dos comissionados e criar mais cargos em comissão. O Ministério Público justifica como urgente a contratação para suprir a defasagem de pessoal e garantir melhor atendimento da população de Curitiba e do interior.  O projeto deve voltar a ser discutido na sessão desta terça-feira.  

QUINTA-FEIRA, 14 DE FEVEREIRO DE 2013

Ministério Público do Paraná na pauta

Os deputados estaduais voltam a trabalho na segunda-feira, depois do feriadão prolongado de carnaval, votando dois projetos de lei que propõem a criação e a transformação de cargos na estrutura do Ministério Público do Estado do Paraná. O MP quer criar 85 cargos de efetivos e mais 69 cargos em comissão. De acordo com a justificativa do procurador-geral Gilberto Giacoia, a proposta visa “suprir as necessidades decorrentes da defasagem dos cargos do Ministério Público em relação ao Poder Judiciário, a par da implementação de mais uma nova etapa da remodelação e ampliação da estrutura organizacional da Procuradoria-Geral de Justiça”.
TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder