ALEP. Dinheiro vem e cheque vai. Falta planejamento?

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Valdir Rossoni (PSDB), e o 1º secretário da Casa, deputado Plauto Miró (DEM), entregaram oficialmente nesta segunda-feira, o cheque no valor de R$ 10 milhões ao vice-governador e secretário de Estado da Educação, Flávio Arns.
A devolução dos recursos aos cofres do Estado é resultado da economia feita pelo Legislativo.
Nas primeiras vezes que isso aconteceu era razoável imaginar que a nova mesa da ALEP não tinha o perfeito domínio dos custos da Casa e, portanto, tinha dificuldades de dimensionar exatamente o total das suas despesas e a sua real receita, mas já se passou tempo suficiente para que a “nova” Mesa adquirisse condições de planejar as coisas para que não sobre e não falte mais dinheiro.
Se o ato de devolver dinheiro se repete com freqüência já se pode olhar para ele com certa desconfiança, sobretudo porque sua divulgação se dá como se os deputados tivessem achado o “ovo de Colombo”, permitindo perguntar se falta planejamento.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder