Dilma quer crescimento

Um dia antes da divulgação de um relatório trimestral do Banco Central que fala sobre as perspectivas para a inflação no ano, a presidente Dilma Rousseff disse, nesta quarta-feira, que não apoia políticas de controle inflacionário que sacrifiquem o crescimento. “Eu não concordo com políticas de combate à inflação que ‘olhem’ a questão do crescimento econômico, até porque temos uma contraprova dada pela realidade: tivemos um baixo crescimento no ano passado e um aumento da inflação, porque houve um choque de oferta devido à crise e a fatores externos”, disse.
A declaração da Presidente gerou alvorosso no mercado e o presidente do Banco Central teve que intervir para dizer que a instituição fará o que for necessário para uma boa condução da política econômica, inclusive aumentar os juros, se julgar necessário.
Todos nos tornamos reféns da agiotagem que reína no mercado e ninguém pode falar nada diferente que ofenda a sensibilidade do “senhor” mercado.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder