PSDB se vingou de Regina Pessuti?

Ficou a impressão que teve desdobramento a recusa do ex-governador Orlando Pessuti (PMDB) em participar do governo Beto Richa, quando foi convidado para assumir a Sanepar, e a suposta aproximação da principal adversário de Beto Richa (PSDB), Gleisi Hoffmann (PT).
Agora a Assembleia Legislativa revogou a aposentadoria da ex-primeira-dama do Estado, Regina Pessuti, que havia sido concedida em 30 de janeiro.
A explicação do presidente da Assembleia, Valdir Rossoni, é que houve erro na tramitação doo processo de aposentadoria de Regina e que a revogação foi uma conseqüência natural dessa circunstância exclusivamente jurídica.
Ela está há 32 anos como funcionária num cargo de “consultor jurídico” com salário de R$ 10.271,34. Rossoni negou que a medida tenha relação com a postura de recusa de Pessuti em entrar na base de Beto, o que teria irritado muito os aliados de Richa.
Regina estava de licença médica há um ano.
Nesta terça-feira, Pessuti foi visto na entrada da Assembleia Legislativa, logo após o almoço.
Segundo peemedebistas, foi tratar de resolver o impasse jurídico, mas Rossoni disse que só uma comissão especial vai decidir se ela terá ou não a aposentadoria.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder