Se Requião for, Beto Richa terá comprado "terreno na lua?"

O senador Roberto Requião (PMDB) parece mesmo disposto a levar adiante o projeto de candidatura ao governo do Estado. Tenta atrair aliados para a caminhada. Ele está encaminhando carta aos peemedebistas paranaenses pedindo que se manifestem sobre o que desejam para o PMDB na eleição. Na carta, Requião acusa o governador Beto Richa de fazer promessas na campanha e não cumprir.
O senador pega pesado: “É aí que se revela a incompetência, a preguiça, o desleixo, a omissão e o gosto refinado de sua excelência por mordomias, por Ferraris, aviões, iates e helicópteros. Enquanto ele se diverte, o Cássio Taniguchi toma conta do Paraná. O mesmo Taniguchi que quebrou a Prefeitura de Curitiba”, afirma.
“Diante disso, companheiros, faço uma pergunta muito simples: o PMDB deve apoiar a reeleição do Beto, como querem alguns, ou o PMDB deve ter candidato próprio ao Governo do Paraná, em 2014? Se o PMDB estiver vivo, se o PMDB não esqueceu o bom Governo que fizemos, se o PMDB não renunciou aos seus compromissos com a nossa gente, ofereço o meu nome para disputar o Governo do Paraná o ano que vem”, escreveu.
A carta de Requião já vem produzindo efeitos, pois pelos menos dois deputados que acabaram de aderir à base do governo Beto Richa mandaram emissários ao Senador com o recado de que se ele for candidato, voltam para casa imediatamente.
Sobre esse apoio de parte do PMDB ao governo estadual o Ministro Paulo Bernardo costuma dizer que “Beto Richa comprou terreno na lua”.

TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder