Alep. Oposição não quer comissionados de Beto

A bancada de oposição não dá descanso para o governador Beto Richa (PSDB). Os petistas tentam anular a contratação de 726 comissionados do governo. O argumento é que as contratações de comissionados entre janeiro de abril teriam sido ilegais porque o governo ultrapassou o limite prudencial de gastos com pessoal no final do ano passado.

A bancada do PT protocolou representação no Ministério Público (MP-PR) e no Tribunal de Contas do Estado (TCE-PR), solicitando investigações.

De acordo com o governo do estado, o limite estipulado pela LRF não estourou e na LDO de 2014 enviada à Assembleia, o índice está abaixo do limite prudencial, de 46,55% da receita líquida.
TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder