ANDRÉ VARGAS, SCIARRA E SÉRGIO SOUZA MOVIMENTARAM-SE PELA CRIAÇÃO DO TRF

André Vargas presidiu a sessão da Câmara dos Deputados que aprovou, em segunda e última votação, a Proposta de Emenda Constitucional que criou o Tribunal Regional no Paraná.

Antes da votação da emenda, o deputado José Genoíno, também do mesmo partido que Vargas, pediu a palavra para defender o retorno da PEC ao Senado, devido ao que considera mudança de mérito no texto feita pela comissão especial que analisou a PEC.
André Vargas indeferiu o pedido por inconsistente, vez que o Senado já havia opinado pela constitucionalidade da PEC, e a votação prosseguiu.
Outro paranaense que teve relevante papel no processo de criação do TRF foi o Deputado Federal Eduardo Sciarra, autor do substitutivo aprovado com a PEC.
A Proposta de Emenda à Constituição 544/02, do Senado, cria quatro tribunais regionais federais (TRFs) nos estados do Paraná, de Minas Gerais, da Bahia e do Amazonas por meio do desmembramento dos cinco já existentes.

O objetivo da PEC é desafogar a Justiça Federal, principalmente o TRF da 1ª Região, hoje responsável por 13 estados e pelo Distrito Federal.
O Senador Sérgio Souza também atuou para a aprovação da PEC, realizando reuniões com parlamentares e até um ato público pela criação das novas Cortes.
Embora a aprovação da PEC tenha sido resultado de uma articulação muito ampla e que envolveu parlamentares de todos os estados interessados na criação dos novos TRFs, no caso do Paraná, esse três parlamentares tiveram atuação com mais exposição.
TWITTER: @jogodopoderpr

FACEBOOK: JP Jogo do Poder