Pugliesi: “Eu não sabia”

O deputado estadual Waldyr Pugliesi (PMDB) usou a tribuna para pronunciamento emocionado nesta segunda-feira (29), negando qualquer envolvimento com a prisão de seu assessor parlamentar e cobrando rigor nas investigações da Polícia Federal (PF).
A operação da PF na última quinta-feira resultou na prisão do assessor lotado no gabinete do deputado e de policiais militares e civis, acusados de contrabando de cigarro na fronteira do Brasil com o Paraguay.
O deputado negou ter conhecimento sobre a conduta do funcionário e recebeu a solidariedade de vários colegas que saíram em sua defesa, como Ênio Verri (PT), Teruo Kato (PMDB), Ney Leprevost (PSD) e Valdir Rossoni (PSDB).